Exercício simulado de avaliação de Plano de Área


simulado-avaliacao-plano-de-area

Na resposta a um acidente com derramamento de óleo ou produtos perigosos, a proteção de áreas sensíveis é um dos fatores críticos. Nesse sentido, para avaliar a efetividade de seu Plano de Área, uma exigência prevista em lei, um grande porto organizou um exercício simulado para treinar as equipes visando a atuação em possíveis acidentes com vazamento de óleo no estuário da região.

simulado-plano-de-area

O acidente fictício considerou o vazamento de 200 m³ de óleo no mar em uma área próxima a manguezais. Nas operações de resposta, ficou sob responsabilidade da aLBriggs a proteção de áreas sensíveis. Para isso, a empresa mobilizou cinco embarcações e 650 metros de barreiras de contenção próprias para proteção de zonas ambientalmente vulneráveis. A estrutura organizacional de resposta da aLBriggs contemplou todas as diretrizes determinadas pelo Plano de Área.

Além de ministrar diversos treinamentos e simulados, a aLBriggs conta com uma equipe formada por profissionais nacionais e internacionais com mais de 17 anos de experiência em atendimento a emergências em diversos países, aptos a atuar efetivamente em operação e gerenciamento de respostas a vazamentos de óleo e produtos químicos. A empresa também possui bases de resposta a emergências ambientais, os GEABs (Grupo de Emergência aLBriggs), que contam com inventário próprio de equipamentos, veículos e embarcações, além de equipes treinadas de acordo com padrões internacionais, como IMO (International Maritime Organization) e MCA (Maritime Coastguard Agency).

Posts Recentes