aQuamec participa do webinar da ABTCP sobre desidratação de lodo

No dia 4 de junho, Sonia Mucciolo, especialista de processos da aQuamec participou do Webinar da ABTCP (Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel), que trouxe o tema desidratação de lodo

 

 

“Fazer a gestão dos resíduos sólidos de uma grande indústria não é uma tarefa fácil; e se nós conseguirmos encontrar uma solução que proporcione um percentual maior de sólidos na torta desidratada, teremos uma grande vantagem no manejo e disposição final”, contextualizou. Em seguida, apresentou a parceria com a empresa canadense Fournier, que possui ampla experiência em desaguamento, especialmente em lodo primário com a tecnologia denominada prensa rotativa.

 

 

 

Sonia destacou que a prensa rotativa traz vantagens em comparação ao conhecido filtro prensa, o qual funciona por batelada, e impõe a necessidade de se interromper o processo para desplacar o lodo, remontar e iniciar um novo ciclo de operação. “A qualidade e as características do lodo produzido são parecidas. Além disso, a prensa rotativa Fournier atende às normas de segurança, em especial à NR12, onde o operador não tem qualquer contato com as partes móveis do equipamento, que é totalmente vedado, evitando qualquer mau cheiro ou até mesmo proliferação de insetos. Ao contrário do filtro prensa, opera de modo contínuo; e inclusive pode funcionar 24 horas por dia”, analisou. No caso de lodo oriundo de decantador primário, o teor de sólidos secos na torta pode chegar até 50% e, no secundário de 28% a 30%.

 

Na operação, cada canal da prensa pode receber cerca de 200 kg de lodo primário por hora e, no caso de secundário, por ser mais pastoso, chega a 100 kg/h. A rotação é muito baixa, de 0,2 a 2 rpm, consumindo pouca energia. As peneiras filtrantes, com abertura de 400 micrômeros, permitem que a água passe para a parte externa. A taxa de captura de sólidos é muito alta, chegando a 99% de sólidos.

 

Em relação aos custos, Sonia avalia que a prensa possui capex maior comparado a outros produtos de características semelhantes, como a prensa parafuso ou centrífuga, porém o totex (capex+opex) compensa pelo fato de ser robusto, sem necessidade de unidade reserva, ter sua manutenção simplificada, com uma parada por ano. “Além disso, o consumo reduzido de polímero e de água de lavagem, bem como a menor disposição final, têm um peso importante nessa conta”, afirmou.


Matéria publicada na Revista O Papel, da ABTCP: http://www.opapeldigital.org.br/pub/papel/#page/67

Envie suas dúvidas ou solicite orçamento preenchendo o formulário abaixo

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Veja também:
Please reload

CONTATO

AQUAMEC | EQUIPAMENTOS E SISTEMAS PARA SANEAMENTO E TRATAMENTO DE ÁGUAS E EFLUENTES

contato@aquamecbrasil.com.br

Escritório: Av. Jabaquara, 3060 • 3º andar • 04046-500 • São Paulo • SP • Tel: +55 11 3031-3327

Fábrica: Av. Tiradentes, 2620 • 13309-640 • Itu • SP • Tel: +55 11 4025-6820

© 2017 aQuamec - Todos os direitos reservados

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • LinkedIn - White Circle
  • Instagram - White Circle