Eficiência em desidratação de lodo em indústrias papeleiras

 

Os lodos originados nos processos industriais têm características bastante peculiares, podendo assemelhar-se ao lodo secundário de ETEs (Estações de Tratamento de Esgoto), quando o processo de tratamento secundário é biológico.

 

Para a desidratação de lodo de indústrias papeleiras, um equipamento que vem se destacando é a Prensa Rotativa Optimum-CV, da canadense Fournier, representada no Brasil pela aQuamec.

 

Com um histórico de fornecimentos com resultados bastante satisfatórios, o equipamento consiste em um canal de extensão única com capacidade de desidratar a maioria dos tipos de lodo (mediante teste prévio em laboratório) e se destaca por sua necessidade mínima de supervisão, oferecendo segurança na operação automática e autônoma, e monitoramento e operação por controle remoto.

 

Entre outros benefícios estão a redução de custos operacionais, por conta de seu elevado desempenho, facilidade de operação, redução no uso de polímeros, baixo consumo de energia e pouca necessidade de manutenção, reforçando sua eficiência energética e operacional.

 

Em indústrias de papel e celulose, especialmente para os lodos primários, o potencial de desidratação em prensa rotativa é bastante elevado, de 40% até 50% de sólidos na torta devido à grande quantidade de fibras presentes no lodo.  

 

Entre os fornecimentos de maior relevância da Prensa Rotativa Optimum-CV para a indústria papeleira, estão:

 

 

Processo: 

Tratamento biológico e tratamento de lodo com fibra reciclada

 

Performance: 

  • Concentração de SST na alimentação: 1-3%

  • Taxa de transferência: 28 t/d

  • Teor de sólidos secos na torta: 48-52%

  • Taxa de captura: 98% (TSS) 

 

 

Processo: 

Tratamento biológico e tratamento na planta de lodos ativados

 

Performance: 

  • Concentração de SST na alimentação: 1-1,5%

  • Capacidade de processamento: 1,6 t/d seco (8 h)

  • Teor de sólidos secos na torta: 27%

  • Taxa de captura: 98% (TSS)

 

 

Processo: 

Tratamento biológico e tratamento na planta de fibra virgem

 

Performance: 

  • Concentração de SST na alimentação: 1-2,5%

  • Taxa de transferência: 15 t/d seco (8 h)

  • Teor de sólidos secos na torta: 35%

  • Taxa de captura: 98% (TSS)

     

 

Processo: 

Tratamento biológico de papel e celulose

 

Performance: ​​

  • Concentração de SST na alimentação: 1-3%

  • Taxa de transferência: 0,5 t/d seco (8 h)

  • Teor de sólidos secos na torta: 18%

  • Taxa de captura: 98% (TSS)

 

 

Processo: 

Lodo misto de águas residuais

 

Performance: ​​

  • Concentração de SST na alimentação: 5%

  • Teor de sólidos secos na torta: 40%

  • Vazão: 36 toneladas secas / dia / prensa

  • Taxa de captura: 96%

 

 

Processo: 

Lodo DIP

 

Performance: ​​​

  • Taxa de transferência: 19,2 t/d (24 h) 

  • Teor de sólidos secos na torta: 54%

 

 

Processo: 

Planta de lodos primário e secundário com fibra reciclada com capacidade:

149 m³/d ou 39 366 GD (24 h)

 

Performance: ​​​​

  • Concentração de SST na alimentação: 4%

  • Percurso: 6 t/d (24 h)

  • Taxa de captura: 95% (SS)

  • Teor de sólidos secos na torta: 32%

 

 

Processo: 

Desidratação de lodo com capacidade 970 m³/d ou 256 275 GD (24 h)

 

Performance: ​​​​

  • Concentração de SST na alimentação: 5%

  • Vazão: 48 t/d (24 h)

  • Taxa de captura: 99% (SS)

  • Teor de sólidos secos na torta: 51%

     

     

 

Processo: 

Planta de lodo com fibra reciclada

 

Performance: ​​​​​

  • Concentração de SST na alimentação: 5%

  • Vazão: 18 t/d seco (8 h) (9 canais)

  • Teor de sólidos secos na torta: 51%

  • Taxa de captura: 97% (TSS)

 

 

Processo: 

Papel e Celulose

 

Performance: ​​​​​​

  • Concentração de SST na alimentação: 2-4%

  • Taxa de transferência: 4 t/d seco (8 h)

  • Teor de sólidos secos na torta: 55%

  •  Taxa de captura: 98% (TSS)

     

 

Processo:

Papel e Celulose

 

Performance:

  • Concentração de SST na alimentação: 1-3%

  • Vazão: 14 t/d seco (8 h)

  • Teor de sólidos secos na torta: 46%

  • Taxa de captura: 98% (TSS)

 

A aQuamec oferece um portfólio completo de soluções para todo o ciclo da água da indústria, como tratamento de água bruta, reúso de água, tratamento de efluentes e de lodo, separação de água e óleo, entre outros.

 

Junto com a aLBriggs, possui um sólido histórico de atendimento a companhias de segmentos como Saneamento, Óleo e Gás, Portos e Terminais, Alimentos e Bebidas, Mineração, Siderurgia, Química e Petroquímica, Indústrias em geral, incluindo as de papel e celulose.

Assista o vídeo da Prensa Rotativa Optimum-CV para desidratação de lodo:

 

 

Envie suas dúvidas ou solicite seu orçamento preenchendo o formulário abaixo

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Veja também:
Please reload

CONTATO

AQUAMEC | EQUIPAMENTOS E SISTEMAS PARA SANEAMENTO E TRATAMENTO DE ÁGUAS E EFLUENTES

contato@aquamecbrasil.com.br

Escritório: Av. Jabaquara, 3060 • 3º andar • 04046-500 • São Paulo • SP • Tel: +55 11 3031-3327

Fábrica: Av. Tiradentes, 2620 • 13309-640 • Itu • SP • Tel: +55 11 4025-6820

© 2017 aQuamec - Todos os direitos reservados

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • LinkedIn - White Circle
  • Instagram - White Circle